mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Contos Recentes

A TODOS O QUE LEÊ...

Dia de Anos de Uma Crianç...

Dia de Anos de Uma Crianç...

O TEMPO E O AMOR

ERA GLACIAL

OS FINS JUSTIFICAM OS MEI...

Gladiadores do sec. XXI

FORTE CASTELO DE AREIA

FRAGIL CASTELO DE AREIA

AMIGO

O PATO E A CORUJA

ACASO OU DESTINO

NESTA PASCOA PENSA COMIGO

O porquê da Pascoa cedo e...

O Carochinha e o João Rat...

DIA DO PAI

A SIMPLICIDADE

O DESERTO DE ÁGUA

ABRE UMA NOVA JANELA

QUEM LEMBRA A NAU CATRINE...

UM PASSEIO PELO CAMPO

SABEDORIA INFANTIL

A Noite em que a Noite Nã...

Às 7 em Ponto

Detector de Mentiras

A GRANDE LEI DE SALAZAR

O Mundo nas mãos de uma c...

A Loja da Verdade

De Quem Gostamos Afinal?

O Estado da Justiça Em Po...

PARA QUEM O TRABALHO É UM...

Uma Prenda Diferente

Um Minuto

A importância de um amigo

S. Valentim

A MASCARA

Julgar é Fácil

Quem És?

RELAÇÔES HUMANAS

Mais que ensinar, saber o...

Arquivos

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Contos por Palavras

vida(25)

amigos(18)

amor(13)

felicidade(11)

família(9)

solidão(8)

amizade(7)

sonho(7)

criança(4)

historias(4)

verdade(4)

morte(3)

acaso(2)

animais(2)

atenção(2)

crença(2)

destino(2)

ensinar(2)

esperança(2)

humanas(2)

lei(2)

pascoa(2)

paz(2)

portugal(2)

querer(2)

relaçôes(2)

simplicidade(2)

actor(1)

aventura(1)

azar(1)

contos(1)

dar(1)

diferença(1)

(1)

filho(1)

honestidade(1)

igualdade(1)

julgar(1)

justiça(1)

lenda(1)

liberdade(1)

mar(1)

mentira(1)

namorados(1)

natal(1)

pai(1)

pátria(1)

receber(1)

salazar(1)

sorte(1)

teatro(1)

tempo(1)

trabalho(1)

viagens(1)

todas as tags

Leitores de Histórias:

Counters
Counters

Quantos estão nos contos:

a ler
blogs SAPO

subscrever feeds

Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

A TODOS O QUE LEÊM ESTE BLOG

Para mim Verão, ao contrário de muitos, não é sinónimo de férias, antes pelo contrário de muito trabalho. O tempo não faz tempo… As Histórias irão voltar – prometo, mas não agora, agora é tempo de trabalhar…. Obrigado

Deixa-me que te conte:
contado por Jorge Oliveira às 22:28

link do Conto | o que conta sobre este conto? | favorito
|
2 comentários:
De Silvana a 12 de Setembro de 2013 às 20:20
Olá, tudo bem?
Eu estava passando em alguns blogs para dar uma olhada em alguns textos de Reflexões e Contos e encontrei o seu. Adorei algum de seus textos e gostaria de perguntar se eu poderia pegar alguns de seus textos para postar em meu blog para que meus leitores possam ler e refletir ?!
Mas saiba que irei te dar os créditos, até porque eu gosto de fazer tudo certinho. Coloco o endereço do seu blog para que meus leitores possa te visitar =]
Espero que vc deixe, porque ficaria feliz de mostrar alguma coisa daqui lá.
Ficarei no aguardo de sua resposta.
Abraços

Silvana
De Jorge Oliveira a 12 de Outubro de 2013 às 20:23
Olá Silvana

Apesar que aqui não vir a algum tempo, agradeço o seu comentário
Pode publicitar o blog onde mais desejar. Eu prometo que tentarei colocar mais post de Histórias aqu.

Tente sempre é deixar um link dos post que vais postar aos respectivos post deste blog

Obrigado
Jorge

comentar Conto

Outros Contos